Novidades
Participaremos de importante evento organizado pelo MOVA-SE, a ser realizado no The Royal Palm Plaza Hotel, na data de 14 de abril de 2009. Clique aqui para ler a notícia no portal do Sebrae de São Paulo.

Av Royal Palm Plaza 277 Jardim Nova Califórnia
Campinas, 13051-024
Brasil
(0xx)19 3738-8000


Exibir mapa ampliado

Apresentação
Em Economia, o utilitarismo pode ser entendido como um princípio ético no qual o que determina se uma decisão ou ação é correta, é o benefício intrínseco exercido à coletividade, ou seja, quanto maior o benefício, tanto melhor a decisão ou ação.
Em Filosofia, o utilitarismo é uma doutrina ética que prescreve a ação de forma a otimizar o bem-estar do conjunto dos seres sencientes. O utilitarismo é então uma forma de conseqüencialismo, ou seja, ele avalia uma ação (ou regra) unicamente em função de suas conseqüências.
Filosoficamente, pode-se resumir a doutrina utilitarista pela frase: “Agir sempre de forma a produzir a maior quantidade de bem-estar” (princípio do bem-estar máximo). Ela se define então como uma moral eudemonista e que insiste no fato de que devemos considerar o bem-estar de todos e não o bem estar de uma única pessoa.
Antes de quaisquer outros, foram Jeremy Bentham (1748-1832) e John Stuart Mill (1806-1873) que sistematizaram o princípio da utilidade, e conseguiram aplicá-lo às questões concretas – sistema político, legislação, Justiça, política econômica. etc.
Fonte: Wikipédia – acesso em 30/03/2009.